25 de mar de 2010

Bush e a sua "MÃO LIMPA"

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro da tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera
Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

Augusto dos Anjos

3 comentários:

andré disse...

esse cara tinha que estar preso!!!
adorei a poesia do a. dos anjos.
muito bom!!!

Anônimo disse...

ele é um nazistão!
aline

Anônimo disse...

é pavoroso ver o Bush, é pavoroso saber que ele existe e o que é pior, ainda tem poder.
Fico pensando em até onde vai a impotência do Obama e onde começa a sua incapacidade de transformação.
YES, I CAN ? como assim?
Pat