20 de jul de 2008

hoje é domingo



não sei se por suceder o sábado ou anteceder a segunda, mas eu odeio os domingos. dia que mesmo com o sol brilhando é tenebroso, horroroso, assustador.
como que algo terrível fosse acontecer,
aliás, aconteceu, meu pai morreu num domingo ...
antes disso eu já odiava os domingos. não sei, algo meio deprimente como se a serotonina sumisse do meu corpo aos domingos.
não tem pessoas, lugares, programas, livros, filmes, comidas, bebidas, nada, absolutamente nada, que me livre dos domingos.
ah, maldito domingo...
se o mundo acabar decerto será num domingo.