13 de mai de 2008

A mulher desiludida

"eu afirmava que, destruindo os controles e as defesas que normalmente nos protegem contra insustentáveis evidências, a embriaguez me obrigava a olhá-las de frente.Penso hoje que, na condição privilegiada que é a minha, a vida envolve duas verdades entre as quais não há como escolher e que cumpre enfrentar juntas : a alegria de existir e o horror de acabar."
simone de beauvoir

2 comentários:

djares disse...

oi irmã , passei p aq, e acho q vou criar um p mim, mas, tb tenho horror a obrigatoriedade de postar, prefiro ser vouyer, bem... sei la, rsrsrs. bjos, debjares

Sophia Jares disse...

oi minha mãe linda, vou te colocar nos meus favoritos :)

te amo muito